Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Begreat

Na tentativa de quebrar a tendência da geração das mulheres robotizadas.

Begreat

Na tentativa de quebrar a tendência da geração das mulheres robotizadas.

Qua | 06.09.17

Linha Ténue # Semana 13

Surge a questão....

 

Quando muitas mulheres se juntam, geralmente instala-se a confusão.

 

Muitos são os desabafos sobre a típica rivalidade feminina.

 

A inveja, as intrigas, as alianças que se formam, muito se assemelham ao típico jogo do braço de ferro, em que numa taberna se apostavam meia dúzia de trocos e se apurava o verdadeiro detentor do poder.

 

2.jpg

 

Há quem defenda que em ambiente profissional, devemos manter longe as questões pessoais. 

 

Já eu, cada vez que troco de trabalho, tento desvendar o mínimo da minha vida. No entanto, à medida que o tempo passa vou criando empatia, acabo por abrir uma brecha e aos poucos vou revelando sobre mim.

 

Se em algumas alturas a confiança é uma porta aberta para os dizeres da impulsividade, noutras ajuda a resolver situações de conflito em prol da amizade. 

 

A verdade é que existe uma linha bem ténue entre o que se considera ser uma relação profissional saudável e uma relação profissional que se torna pessoal.

 

Afinal, passamos no mínimo 8 horas diárias a trabalhar, sensivelmente metade do teu dia.

 

 

Se nesse tempo não cultivares amizades, onde o farás?

 

 

Se evitarmos criar empatia, transformamos o nosso trabalho num jogo de xadrez tão calculado que somos todos peões no jogo do dia-a-dia.

 

1.jpg

 

És colega ou amiga?

 

A linha ténue é evidente para ti?

 

 

Até breve 

 

 

Seg | 04.09.17

Felicidade nas Pequenas Coisas # Semana 13

O nosso quotidiano está cercado de coisas simples que passam despercebidas, mas que sob olhares atentos, vistas com olhos de ver, têm uma magia discreta.

 

Desafio-vos a todas, durante o decorrer desta semana, a publicarem uma fotografia da beleza simples do vosso dia, juntamente que nomeiam uma amiga em modo de desafio.

 

Lembram-se de como em crianças, as pequenas coisas nos faziam tão felizes???

 

Vamos voltar a ser crianças!!!

 

2.jpg

 

Até Breve