Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Begreat

Na tentativa de quebrar a tendência da geração das mulheres robotizadas.

Begreat

Na tentativa de quebrar a tendência da geração das mulheres robotizadas.

Seg | 31.07.17

Reciclagem de Valores # Semana 9

Olá...

 

Tentam incutir-nos a importância da reciclagem nos tempos de escola, explicam-nos como separar e onde depositar os diversos materiais para que possam ser reutilizados mais tarde.

 1.jpg

 

 

Algures no decorrer deste processo de aprendizagem, acabamos por generalizar o assunto e reciclamos valores ao invés de materiais

 

....png

 

Enquanto tomo o pequeno almoço, a cabeça revê mentalmente os afazeres do dia. 

Entre uma trinca e outra, envio uma mensagem a uma amiga que passa uma fase difícil, não vá esquecer me mais tarde. Tal como eu, ela preferia uma chamada onde pudesse deitar cá para fora, tudo o que lhe vai na alma, mas atalho caminho, talvez lhe ligue mais tarde.

 ....png

 

Almoço ao mesmo tempo que espreito as redes sociais.

Reparo numa fotografia postada pela grávida mais recente do meu grupo de amigas, desde que recebi a noticia, ainda não voltei a vê-la. Diz-me que é menina e 4 meses já passaram. Gostava tanto de lhe ver crescer a barriga, mas uma chamada basta para saber se tudo corre bem.

 ....png

 

Cruzo-me com uma senhora da idade da minha avó à saída do escritório.

Na minha cabeça fica agendada uma visita da próxima vez que for à minha terra de berço, mas o fim de semana passa tão rápido. Da próxima vez que vier não falho, nem à minha avó, nem ao meu pai, com quem entretanto não consegui almoçar. 

 ....png

 

O dia termina, vou jantar e aproveitar os poucos minutos antes dos olhos começarem a pesar.

Deito me no sofá, sincronizo no meu canal preferido. Aproveito, para conferir o email, passar novamente pelas redes sociais, devolver uma chamada perdida e o sono chega. Qual era mesmo o programa que estava a dar?

 

....png

 O trabalho é importante, afinal é o nosso ganha pão.

 

 

As tarefas diárias são prioridade, pois se acumuladas, a rotina vira desordem. 

 

 

Entre todas as prioridades, as pessoais são as que temos tendência a adiar.

Mas lembrem-se, o trabalho e uma rotina organizada não colmatam o vazio de ter alguém que nos conhece bem.

São os amigos/família que nos fazem reviver memórias, que se juntam em torno de uma mesa e brindam aos teus sucessos, que abdicam do seu tempo para apaziguar os teus fracassos e que te arrancam sorrisos depois de dias difíceis.

 

 3.jpg

2.jpg

4.jpg

 

Definam bem as vossas prioridades!!!

 

 Reciclem materiais, nunca valores!!!

 

Lot of kisses 

 

 

Sex | 28.07.17

Follow Friday # Semana 8

Yeah Follow Friday...

 

Muito sinceramente não sabia que existia, mas tem tanto a dar à blogosfera que é impossível não abraçar esta iniciativa.

 

 

Já perdi a conta ao número de blogues que espreitei hoje e adicionei à minha área de Leituras.

 

Oportunidade ideal para mencionar o blog A vida em Azul Cueca.

 

Sem Título.png

Porque foi o primeiro blogue que adicionei à minha área de leituras...

 

Porque é escrito por uma mulher com vida e rotina iguais a tantas de nós mulheres...

 

Porque fala de tudo e mais alguma coisa...

 

Porque é simples e de fácil leitura...

 

E porque fiquei fã desde o primeiro dia.

 

 

Qui | 27.07.17

Mundo sem Jeans # Semana 8

Olá Bregreats...

 

Sempre imaginei o universo da engenharia civil como sendo o mundo perfeito dos outfits.

 

Looks sem grandes preocupações, práticos e casuais, em que se usam e abusam das jeans, T-t-shirt branca e bota biqueira de aço.

 

Este é o estilo que foi ganhando espaço no meu guarda-roupa, e com o qual mais me identifico, por ser confortável e versátil a quase todas as situações, à exceção das botas, obviamente.

 

Infelizmente, um novo contrato de trabalho pode envolver mais mudanças que as óbvias à primeira vista. No meu caso, as reuniões com os novos clientes parecem ser motivo bastante para ter de alterar a minha forma casual de vestir.

 

No segundo dia de trabalho, surge a primeira critica do supremo departamento hierárquico, com a argumentação de que um estilo casual abafa a credibilidade profissional. 

 

É nesse instante que percebo que vivemos numa sociedade de aparências, onde a imagem é sobrevalorizada e o nível de profissionalismo se mede pelo que vestes ao invés do que produzes.

 

Por outro lado, tenho agora uma preocupação diária acrescida quanto à versatilidade de adotar um estilo suficientemente formal que se adeque às reuniões e prático o bastante para o acompanhamento das obras.

 

Reuni algumas fotografias que combinam um estilo descontraido com um toque de sofisticação, que me vão servir de inspiração e espero que  a vocês também..

 

2.jpg

(Quando as sapatilhas brancas são prioridade)

 

 

4.jpg9.jpgd33b0352868c05a75e07c1a32eb3a778.jpg

(Quando não sabemos viver sem as jeans)

 

 

6.jpg

7.jpg

(Camiseiro longo e Mules para um Estilo Descontraído mas Sofisticado)

 

 

11.jpg

 (All in Black para os dias que nada assenta bem)

 

 

Qual é o vosso estilo diário?

 

Sentem que um outfit formal vos dá maior credibilidade?

 

Lot of Kisses 

 

 

 

Qua | 19.07.17

Conforto vs Desafio # Semana 7

Olá....

Sempre fui apologista de mudanças radicais, porque estas trazem quase sempre consigo um turbilhão de emoções que nos fazem sentir vivas e porque sair da zona de conforto é meio caminho andado para se abrir uma porta a novas aprendizagens.

 

door-1276284_960_720.jpg

 

 Coincidências inusitadas acontecem quando menos se esperam...

 

Logo depois de ter escrito um post (aqui) sobre as vantagens de assumir riscos, a vida decidiu colocar-me no banco dos réus afim de averiguar a veracidade do meu testemunho.

 

Sexta-feira passada fui a uma entrevista de trabalho, como tantas outras que já fui no decorrer deste ano, mas esta teve um desfeito diferente.

O lugar estava à minha disposição se eu aceita-se as condições que me eram oferecidas.

 

Foi nesse instante, que percebi que o tempo de forma discreta e impercetível nos muda intrinsecamente...

 

Em tempos, teria pulado extasiada até que as pernas cedessem, afinal tinha conseguido o queria, certo?

Mas por algum motivo, atualmente, sinto necessidade de ponderar cada detalhe até à exaustão.

 

coins-1015125_960_720.jpg

 

Num dos pratos da balança peso o aumento de salário (ainda que ligeiro), a mobilidade num carro da empresa, novos colegas de trabalho, novas responsabilidades, novo desafio e uma hipótese de começar do zero, sem antecedentes nem registos anteriores.

 

No outro, mais quilómetros diários, um despertar antecipado, maior logística associada às refeições fora de casa e uma quebra contratual que não me beneficia, mas estes são apenas fatores secundários.

 

Existem outros....

 

Aqueles que te deixam insegura.

Será que vais corresponder às expectativas???

Será que te vais ambientar???

Será que estás à altura???

  

 

Mas a verdadeira questão é

Preferes arrepender-te do que fizeste ou do que deixaste por fazer???

 

challenge.jpg

 

Abstrai-te dos teus medos e inseguranças, confia em ti e no teu instinto.

O teu sexto sentido é melhor conselheiro que os teus receios.

Olha para o desafio como uma oportunidade, aconteça o que acontecer é uma experiência que tem algo para te ensinar.

 

 Eu decidi sair da zona de conforto!!!

 9fafc4c8d0d7d6d554173a268c9cd7a6.jpg

E vocês preferem o conforto ou o desafio???

 

Lot of Kisses 

Sex | 14.07.17

Já fui a Alice no País das Maravilhas # Semana 6

Olá a todas...

 

Muitas vezes precisamos que a vida se encarregue de nos empurrar para um buraco escuro e sem fim, para que logo de seguida possamos encontrar o caminho para o país das maravilhas...

 

Into the deeps of Wonderland.jpg

 

Em Setembro de 2015, terminei o meu contrato na empresa onde estava a fazer estágio profissional.

Soube a uma terça-feira que o meu contrato de 9 meses não iria ser renovado, consequências da queda abrupta da engenharia civil no mercado.

Esta notícia caiu em seco e parecia ser o início de um percurso longo e difícil, o desconhecido consegue ser tão desconcertante....

 

Nesse mesmo dia, sentei me sozinha e em vez de dramatizar comecei a sonhar.

Uma avalanche de ideias encheu o meu pensamento, desde projetos de evolução profissional, a sonhos que ficaram pendentes por falta de tempo.

Num estado de ilusão, suspirava pela combinação dos projetos aos sonhos e foi assim que impulsivamente meti na cabeça que me iria inscrever num curso de Inglês em Londres, por tanto tempo quanto me fosse possível.

 

Quarta-feira ao final do dia, comecei a pesquisar escolas e programas que preenchiam os requisitos e sem pensar, nem pesquisar demasiado, paguei a matrícula na escola que me parecia ter melhores referências. A partir deste momento, sabia que ia tentar o que fosse preciso para levar a minha ideia avante.

 

O menor dos passos estava dado, mas a realidade continuava propositadamente escondida.

Afinal qual seria o tamanho do investimento que iria fazer?

 

Quinta-feira respirei fundo e decidi revelar o fator monetário ignorado até ao momento, sabia que seria um travão logo à partida. Entrei no site da escola selecionei as condições que pretendia e carreguei no enter. Após alguns segundos eternos, surge o plano de pagamentos com 3 prestações de quatro dígitos a serem pagas com um mês de intervalo. O ar dos meus pulmões gelou ao imaginar um montante de 4 dígitos por mês a bater na trave de uma conta quase falida. Fraquejei mas não desisti, terminei o meu penúltimo dia de trabalho e corri à procura de um novo emprego...

 

Na altura era indiferente a função, o horário, ou o número de horas,

 desde que me fizesse continuar a acreditar...

 

Às 18h de sexta-feira despedi-me e às 18.30h davam- me as boas vindas como funcionária de um recente restaurante, onde seria copeira, 7 dias por semana, o máximo de horas que me fosse possível.

 

O primeiro mês desvaneceu-se no tempo, e com ele as poupanças que tinha feito durante os 9 meses de estágio. A primeira prestação estava paga e agora eu sabia, acontece-se o que acontece, tinha de cumprir até ao fim.

 

As duas prestações seguintes foram bem mais árduas e suadas, foram o resultado de muitas horas extraordinárias, do ato de desapego por coisas que tinha e vendi, do sentimento de abdicação dos programas sociais e dos prazeres do dia a dia.

 

Ao fim de 3 meses, estava de malas feitas e bilhete de avião na mão.

E estes, foram os 3 meses mais enriquecedores da minha vida!!!

12219434_1069416396423873_7423567510753627477_n.jp

 

12311306_1075807402451439_7035353452366303262_n.jp

 

12308327_1075550462477133_581481702217640999_n.jpg

  

Em 3 meses concretizei o meu sonho de viajar sozinha, conheci uma cidade apaixonante, partilhei casa com uma nativa inglesa, melhorei o meu inglês e fiz amigos do mundo inteiro. 

 

Regi-me pela pontualidade oriental, alegrei-me com a festividade espanhola, fiquei fã da abertura e charme italiana, desmistifiquei a personalidade fria e hostil inglesa e percebi como a diversisade cultural pode ser uma simbiose perfeita.

 

Ao final de um mês regressei de coração apertado, mas uma pessoa completamente diferente, mais culta, mais independente, mais companheira, mais recetiva, menos dramática. 

 

Grande parte das vezes, as experiências mais enriquecedores, advém de um risco associado.

 

Mas corram-no, vale muito a pena!!!

 

Lot of kisses 

Qua | 12.07.17

Poupança Vs Tempo # Semana 6

Bem vindas Meninas Begreat!!!

No fim de semana passado falei em consumismo (aqui), mas como tudo na vida precisa estar em equilíbrio, hoje falo em poupança.

  

via GIPHY

 

Levante a mão, quem não tem aqueles dias, para não dizer todos, que mal começam e já desejamos chegar a casa para não termos de fazer mais nada.

 

No entanto, quando substituímos os sapatos pelas pantufas, percebemos que afinal a fita do final da maratona ainda está longe.

 

Eu pelo menos, tenho sempre o jantar para fazer e aproveito para preparar as marmitas do dia seguinte, tentando assim abrandar o ritmo da corrida diária.

 

Perguntam-me vocês: 

O que tem a correria diária a ver com poupanças???

 

E eu respondo:

No meu caso, tudo....

 

Tudo começa na ida ao supermercado, e garanto-vos que sou daquelas que comparo preços e reparo nas promoções, no entanto o resultado é sempre o mesmo.

 

Muitos dos produtos que antigamente se fazia em casa de raiz, estão actualmente semi-prontos/prontos e ao nosso dispor nas prateleiras do supermercado, sendo ambos adversários no jogo tempo/dinheiro. No meu caso, acabo sempre por dar preferência ao mais rápido ao invés do mais económico. 

 

Mostro-vos alguns dos vencedores do jogo em minha casa (lado esquerdo).

 

 

 

20527872_t4oVt.png

 

 

 

 

alho frances.jpg

 

 

20534940_IVBZT.jpeg

 

 

 

20534929_lmc6Y.jpeg

 

 

  

20527890_LlDQn.png

 

Estes são apenas alguns exemplos que embora não representem valores consideráveis, somados ao final de um ano, representam um custo adicional que ao fim ao cabo não justificam o tempo ganho.

Afinal, grão a grão se fazem grandes poupanças. 

 

 

 E vocês preferem os produtos amigos do relógio ou da carteira?

Lot of Kisses 

 

 

Sab | 08.07.17

Consumismo Online # Semana 5

Olá a todas.

 

Quanto a vocês não sei, eu adoro saldos mas detesto a bagunça que as lojas viram nesta altura.

 

Por esse motivo, tornei me adepta das compras online.

 

As peças estão sempre dispostas na perfeição, sabemos no mesmo segundo se o nosso tamanho está disponível e para tornar tudo mais fácil, podemos ir directas ao grupo de artigos que procuramos apenas com um click. Na minha opinião, a melhor funcionalidade das lojas online é que permitem guardar as peças favoritas numa wishlist, assim podem ponderar sobre o assunto, ou mante-las em standbye até que possam adquiri-las.

 

Por outro lado, temos a desvantagem de ter de aguardar pelos produtos uns dias (depois de já termos pago) e corremos o risco das peças escolhidas não nos assentarem ou servirem como imaginámos. No entanto, todas as lojas online indicam em centímetros as medidas respectiva a cada tamanho para cada artigo.

 

Os saldos primavera/verão este ano resumiram-se a 4 peças, que comprei na shein, a minha loja online de eleição.

 

Especialmente para vocês, peguei em cada peça adquirida e formei 4 looks distintos, bem casuais como eu gosto.

 

look 1.png(Novidade lá de casa: T-shirt às riscas)

 

look 2.png

(Novidade lá de casa: T-shirt branca)

look 3.png

(Novidade lá de casa: Fato Banho)

look 4.png

(Novidade lá de casa: Conjunto Top e Calção)

 

 

 Dicas para compras Online:

1) Não confiem nos tamanhos S, M e L, verifiquem sempre as medidas indicadas para cada item, o mesmo serve para o calçado;

2) Em algumas peças, se deslizarem o cursor até baixo podem ver fotografias e comentários reais, vale a pena verificar antes de investir;

3) Pontualmente a shein permite fazer compras sem custo de transporte, fiquem atentas;

4) Confirmem sempre quando receberem a encomenda, ao faze-lo vão acumulando pontos que podem ser descontados na compra seguinte.

 

 

 Qual o conjunto que mais gostaram???

 

 Até breve 

 

 

 

Pág. 1/2